Festa junina e as delícias típicas da fazenda

08 de junho

Festa junina e as delícias típicas da fazenda

O mês de junho já começou e com ele vem uma das festanças mais importantes do país: a Festa Junina. Tradição brasileira, as festas são uma ótima oportunidade para quem gosta de dançar quadrilha, se divertir nas brincadeiras e ainda de quebra saborear os deliciosos quitutes tradicionais da festança. Reunimos aqui algumas curiosidades sobre a festa para você não vê a hora de se jogar na pipoca, canjica e outras delícias típicas.

 

Uma festa brasileira?

Apesar de hoje em dia a Festa Junina ser conhecida como uma festa tradicional do Brasil, a verdade é que esse tipo de comemoração surgiu antes mesmo da era cristã. Vários povos da antiguidade faziam um culto à fertilidade durante o mês de junho, pedindo boas colheitas. Por muito tempo, a Igreja Católica tentou acabar com esses rituais considerados pagãos, mas no fim acabou cristianizando a festa e transformando-a em uma homenagem a três santos católicos do mês de junho: São João Batista, São Pedro e Santo Antônio.

Quando os portugueses chegaram ao Brasil eles trouxeram a tradição da Festa Junina, mas acabaram juntando suas comemorações com as tradições indígenas do culto à fertilidade e a fatura. Desse modo, a Festa Junina começou a contar com quitutes feitos de milho e mandioca, tradicionais das comemorações indígenas. Hoje em dia, a festa é uma espécie de mistura de tradições de diversos locais que criou uma deliciosa comemoração com jeitinho brasileiro e sotaque caipira.

 

As delícias juninas

Durante as festas juninas é comum que se sirvam quitutes feitos com ingredientes tipicamente brasileiros como é o caso do milho, da mandioca e do amendoim. A maioria dessas comidas são receitas rurais e típicas das regiões de fazenda. Reunimos aqui algumas das principais delícias para você já entrar no clima da festança:

 

Canjica

Feita com milho branco, a canjica é um dos quitutes que não podem faltar em uma tradicional Festa Junina. Servida quente ou fria, o prato é uma mistura de milho branco cozido, leite, açúcar, canela e pode levar amendoim ou não. A forma de preparo varia de acordo com o gosto do freguês e da região do Brasil, mas em uma coisa todos concordam: não tem Festa Junina sem canjica.

 

Curau

Feito com uma mistura de milho batido, leite e açúcar o curau é uma receita tipicamente caipira, feita com ingredientes “simples”, que vê de fazendas e sítios. Essa é uma das delícias mais esperadas da festança.

 

Pamonha

Doce típico do Nordeste e do interior do país, a pamonha também é feita de milho, mas leva em seu preparo leite de coco e açúcar. A massa feita com esses ingredientes é cozida na própria palha do milho e o quitute é apreciado por muita gente tanto na versão doce quanto na versão salgada.

 

Cocada

Outra delícia que não pode faltar em uma Festa Junina é a cocada. Feita com coco e calda de açúcar, a cocada pode vir nos mais diversos sabores: tradicional, coco queimado, com maracujá, entre outros.

 

Pé de Moleque

A mistura de amendoim com calda de açúcar caramelizada resulta em um dos doces mais gostosos da festança junina: o pé de moleque. O seu nome curioso desperta teorias e instiga lendas. Uma das mais famosas conta que o nome vem das cozinheiras que eram constantemente assediadas pelas crianças que tentavam provar o doce durante o preparo. A resposta era sempre a mesma: “Pede, moleque!”.

 

Quentão e Vinho Quente

Para esquentar no frio junino, nada melhor do que uma bebida quentinha, não é mesmo? O quentão e o vinho quente são as bebidas queridas de quem adora uma festança Junina. Feito com especiarias combinadas com bebida alcóolica, o quentão é feito de cachaça e açúcar, enquanto o vinho quente leva vinho ao invés da cachaça. Ambos são servidos quentes.

 

Bolo de Aipim

Para quem não dispensa um bom bolo com gostinho de casa de vó, o de aipim também é uma ótima opção. Feito geralmente com mandioca, coco, leite e açúcar, a delícia fofinha alegra os arraiás por todo o Brasil.

 

Pipoca

Tanto na versão doce quanto na versão salgada, não há quem resista a uma pipoca fresquinha e crocante, não é mesmo? Apreciada pelo mundo todo, a delícia de milho é presença garantida nas comemorações.

 

Paçoca

Festa junina sem paçoca não é festa junina, não é mesmo? Outro doce típico da região de fazenda, a paçoca pode vir em formato quadrado ou em forma de rolha e é o resultado de uma mistura de amendoim triturado e açúcar.

 

Se você não vê a hora de curtir a Festa Junina e saborear deliciosos quitutes típicos, não deixe de visitar o Hotel Fazenda Dona Francisca. Durante o mês de junho estaremos presenteando nossos hóspedes com um delicioso arraial e, durante o resto do ano, comida rural e com gostinho de fazenda é a nossa maior especialidade. Entre em contato conosco e conheça nossos pacotes!